Sensação do momento TikTok: sua empresa está perdendo por não apostar nessa nova rede social?

Esta nova rede social cresceu absurdamente em pouco tempo, é inegável o seu sucesso.

No ano passado foi o aplicativo mais baixado durante o mês de agosto para as plataformas Android e iOS, segundo a Sensor Tower (consultoria especializada no mercado de downloads de aplicativos móveis). O serviço conseguiu desbancar poderosos nomes como WhatsApp, Instagram e YouTube. 

Mas o que é o Tik Tok? A origem está na China e é resultado da fusão de duas plataformas: a Musical.ly e a Douyin. Ele é uma rede social de vídeos curtos, com duração de 15 segundos a 60 segundos possibilita os usuários fazerem gravações divertidas, dublagens, e abusarem das ferramentas de edição de audiovisual,a ferramenta aposta no humor para ganhar público.

Muitas marcas já enxergaram um grande potencial em utilizar essa ferramenta para conquistar maior aproximação com o público e também muitos influenciadores digitais que com criatividade conseguem viralizar seus conteúdos por lá.

Diante de tanto sucesso, você deve estar pensando em cadastrar a sua empresa na plataforma, certo? Bom, tenha calma, pois existem pontos a serem considerados

O público é bem definido, por sua maioria bem jovem. Porém, se você quer começar a usar agora, seria mais interessante focar nesse público com idade entre 16 e 24 anos, já que 41% dos usuários da rede social estão dentro dessa faixa. No geral muitos jovens entram no Tik Tok para fugir dos adultos.

Porém quando um aplicativo começa a chamar atenção a tendência é atrair o público mais maduro também, coisa que já está acontecendo. Então é bom ficar atento.

Outro fator a ser considerado. Você está alimentando as redes sociais já existentes do seu negócio? Ou só vai criar mais uma apenas pelo fato da tendência? Lembre-se não adianta de nada estar em um novo canal e não criar conteúdo e interagir com seu público, pega esse toque.

Marketing Humanizado: Nunca esqueça que você está falando com pessoas.

Neste texto, conheça uma forte tendência do Marketing Digital para 2020.

Ano novo, novas chances para você ou sua empresa estreitarem a relação com o seu público na internet. Mas ao fazer isso prefira fazer de forma genuína, ninguém mais tem interesse naquela comunicação sem valor e sem conteúdo, cujo único objetivo é vender, vender e vender. Empurrar ofertas e produtos o tempo todo, panfletagem online, aquela “publicidade” pelo bate-papo ou WhatsApp sem autorização? Esqueça isso.

Não veja os clientes como meros alvos, não faz mais sentido essa comunicação já há algum tempo. Ao contrário disso, prefira entregar valor, ajudar, conversar com as pessoas. Você não foca somente no produto, você foca nas pessoas.

Sabe do que exatamente estamos falando? Sim, isso tem nome, Marketing Humanizado, que nada mais é do que proporcionar uma interação calorosa e humana. Isso significa que, em vez de perceber o consumidor como mais um número, o foco será fornecer experiência diferenciada e personalizada para ele.

Uma forma bem básica de fazer isso é lembrar que estamos sempre falando com pessoas, essas pessoas gostam de saber o que estão comprando, gostam de saber os valores da empresa e como ela se comporta na sociedade, e acima de tudo, gostam de atenção, gostam de se sentir especiais no processo de relacionamento com uma marca.

Mas como minha marca pode ser mais humana? Vamos citar Liliane Ferrari – especialista em marketing e consultora. Ela diz para não invadir espaços, interagir com o público, visto como uma ação simples, mas que provoca uma emoção. Uma frase dela muito inspiradora e que resume tudo. “As pessoas esquecem de tudo, mas não esquecem quando você provoca uma emoção nelas.”

Quanto mais personalizado melhor, escreva uma cartinha na entrega do produto, responda aquele comentário na sua postagem, aquela mensagem na caixa de entrada, lembre-se que a pessoa usou do tempo dela para se conectar com sua marca, o tempo é um dos ativos mais valiosos nos dias de hoje.  Ela poderia ter escolhido qualquer outra marca mas preferiu a sua. Não faça a pessoa perceber que o tempo dela não foi aproveitado e nem valorizado.

Vamos deixar a comunicação humanizada então? Boa sorte e muito sucesso nesse 2020 para você ou sua marca.